Responsabilidade Social

Quando cada um faz a sua parte, podemos viver um mundo melhor

A Super Ar trabalha com projetos de responsabilidade socioambiental, acreditando num mundo melhor e mais justo. Doar um pouco de nosso conhecimento e trabalho faz nossa equipe de colaboradores refletir sobre um modelo mais justo e com menos diferenças.

A SuperAR Comprimido tem como seu objetivo ajudar famílias carentes com crianças portadoras de DMC , entendemos que a mobilidade é parte fundamental para o bem estar e uma melhor qualidade de vida para essas crianças , temos nosso projeto de doação de cadeiras motorizadas onde esperamos proporcionar além de mobilidade a possibilidade dessa criança explorar o mundo em que vive. Parte de nossos resultados são acumulados em uma conta aberta para essa finalidade, com total transparência disponível para qualquer auditoria. O montante é convertido em doações de cadeiras motorizadas.

DMC-  DISTROFIA MUSCULAR CONGÊNITA

As DMCs são miopatias hereditárias geralmente, porém não exclusivamente, de herança autossômica recessiva, que apresentam grande heterogeneidade genética e clínica. São caracterizadas por hipotonia muscular congênita, atraso do desenvolvimento motor e fraqueza muscular de início precoce associada a padrão distrófico na biópsia muscular. O quadro clínico, de gravidade variável, pode também incluir anormalidades oculares e do sistema nervoso central. A partir de 1994, os conhecimentos sobre genética e biologia molecular das DMCs progrediram rapidamente, sendo a classificação continuamente atualizada.

Também apoiamos o Centro de Pesquisas sobre o Genoma Humano e células-tronco (CEGH-CEL), ligado ao Instituto de Biociências da USP, , nasceu em 2000. Desenvolve pesquisa básica e aplicada ligada ao estudo do genoma humano, doenças genéticas e pesquisas com células-tronco além de atividades ligadas à educação e à transferência de tecnologia. A equipe do CEGH-CEL é formada por professores, pesquisadores, médicos e técnicos especializados e conta com a participação de estudantes de graduação e pós-graduação. O CEGH-CEL é um dos dezessete Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão da FAPESP.

O grupo tem experiência notória em pesquisas de localização de genes que produzem doenças genéticas, utilizando técnicas clássicas, cromossômicas e moleculares, incluindo sequenciamento de última geração (next generation sequencing). Desde 2005 tem realizado pesquisas com células-tronco, tornando-se uma referência nacional e internacional nessa área. Também se ocupa do estudo da diversidade genética humana e envelhecimento em indivíduos normais. Os integrantes da equipe trabalham no Serviço de Aconselhamento Genético, que já atendeu mais de 100.000 famílias, desde 1968. Todos os cientistas do grupo são professores da USP, ou UNIFESP, com ampla experiência em ensino e interessados no desenvolvimento de programas de educação destinados também ao público leigo, jornalistas, professores e alunos do ciclo secundário e agentes de saúde pública.

Para seu funcionamento, o CEGH-CEL conta — além do espaço físico e instalações de laboratório e salas de aula do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB-USP – com um edifício próprio, com uma área de cerca de 1200 m2 de laboratórios, salas de atendimento e anfiteatro. Os custos do CEGH-CEL são partilhados pela USP, pela FAPESP e pelo CNPq, que se encarregam da manutenção de sua infraestrutura, do financiamento dos projetos de pesquisa e do pagamento de salários a pesquisadores e técnicos a ele associados.

O Centro de Pesquisas sobre o Genoma Humano e células-tronco (CEGH-CEL), ligado ao Instituto de Biociências da USP, nasceu em 2000. Desenvolve pesquisa básica e aplicada ligada ao estudo do genoma humano, doenças genéticas e pesquisas com células-tronco além de atividades ligadas à educação e à transferência de tecnologia. A equipe do CEGH-CEL é formada por professores, pesquisadores, médicos e técnicos especializados e conta com a participação de estudantes de graduação e pós-graduação. O CEGH-CEL é um dos dezessete Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão da FAPESP.

Fale Conosco
Enviar via Whatsapp